Vasectomia – um método simples e efetivo

Terça, 08 Maio 2018

A Vasectomia é um procedimento cirúrgico que interrompe a circulação dos espermatozóides produzidos pelos testículos e conduzidos através do epidídimo (tubo em forma de novelo que se localiza na parte superior dos testículos), para os canais que desembocam na uretra. Trata-se de um método de contracepção muito seguro. A vasectomia torna o homem estéril, mas não interfere na produção de hormônios masculinos nem em seu desempenho sexual. A Vasectomia é um procedimento cirúrgico que interrompe a circulação dos espermatozóides produzidos pelos testículos e conduzidos através do epidídimo (tubo em forma de novelo que se localiza na parte superior dos testículos), para os canais que desembocam na uretra. Trata-se de um método de contracepção muito seguro. A vasectomia torna o homem estéril, mas não interfere na produção de hormônios masculinos nem em seu desempenho sexual.

É uma cirurgia de esterilização voluntária definitiva e, por isso, o homem deve ter certeza de que nunca mais quer ter filhos. A possibilidade de reversão dessa cirurgia existe, porém não é fácil. Portanto, a vasectomia deve ser considerada como um método definitivo. 

Esse método contraceptivo é indicado para homens que já possuem filhos e tem idade acima de 30 anos. É também, uma solução alternativa para as mulheres que não podem tomar anticoncepcional ou têm problemas de saúde.

O canal que é cortado na cirurgia de vasectomia não tem nenhuma relação com os nervos e artérias responsáveis pela ereção.

Além disso, o procedimento não envolve o pênis ou os testículos e não interrompe a produção de testosterona, o hormônio masculino ligado ao desejo sexual.

Portanto, a vasectomia não interfere na potência sexual masculina e não afeta a libido ou o desempenho sexual. 

Após a cirurgia de vasectomia, o homem continua ejaculando normalmente: a quantidade e o aspecto do esperma não são alterados.

 


Conheça mais sobre o autor


Conheça mais sobre o autor