Hérnias Parede Abdominal

Quarta, 16 Agosto 2017

As hérnias da parede abdominal são saídas de estruturas intra- abdominais através de uma fraqueza na parede. Estas estruturas ficam protegidas apenas pela pele e tecido celular subcutâneo.

Ocorre a saída destes órgãos devido a defeitos congênitos da parede ou adquiridos com os esforços físicos em exagero, obesidade, cirurgias prévias, gestação etc.

Os sintomas são dor aos exercícios físicos e aumento de volumes localizados.

Existem vários tipos de hérnias abdominais. As mais frequentes são as inguinais e umbilicais. Outras como femorais, incisionais e epigástricas também são exemplos de hérnias da parede abdominal.

O diagnostico é na maioria das vezes feito pelo médico cirurgião capacitado em tratamento desta doença. Em alguns casos pode ser usados métodos de imagem como ultrassom e tomografia.

A principal complicação é o estrangulamento, que é o encarceramento do intestino dentro do saco herniário com necrose da alça e possibilidade de sepse e até óbito.

O tratamento consiste em cirurgia, com fechamento do defeito na parede, seja por fechamento com fios ou complementando com uso de tela.

Este tratamento já é possível com menos trauma e menos chances de recidiva, através da correção por videocirurgia.

 

Dra. Nívea Adriana dos Santos

Cirurgiã Geral

CRM  3623

RQE  1801


Conheça mais sobre o autor